Câncer de mama: A luta começa em casa

Muito se fala no mês de outubro sobre o outubro rosa.

É uma luta mundialmente traçada para a conscientização, prevenção e detecção precoce do câncer de mama, mas o que poucos sabem ou esquecem, é que a briga principal começa em casa.

Com exceção dos tumores de pele, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres. Atinge cerca de 160 mulheres POR DIA, apenas no Brasil, e comumente costuma atingir mulheres a partir dos 35 anos de idades, tendo seus riscos aumentados a partir dos 50 anos.

Apesar de muito se falar, muitas mulheres se encontram ainda sem informações e nem imaginam o tamanho da importância do autoexame em casa, um hábito que pode mudar tudo.

Autoexame das mamas

O autoexame da mama não é um método de diagnóstico de câncer de mama. Portanto, além dele, é imprescindível o acompanhamento médico regular e a realização de exames recorrentes como a mamografia.

Conhecer o próprio corpo e entendê-lo é primordial para a detecção de qualquer tipo de doença. Deste modo, nota-se a importância de criarmos o hábito de apalpar as mamas dando atenção ao que não é normal para elas.

O exame deve ser realizado uma vez ao mês sempre entre 3 a 5 dias após o término da menstruação.

As mulheres que não menstruam devem realizar o autoexame sempre no mesmo dia de cada mês. (Só colocar um relóginho. rs)

Entendendo alguns sintomas

O ato deve ser seguido de uma procura por nódulos fixos e indolores.

‘’Nesta etapa mais inicial o câncer permite diagnóstico em uma fase plenamente curável da doença’’, explica o oncologista Artur Malzyner.

Outros sintomas do câncer de mama são alterações no formato ou no tamanho da mama, por conta do tumor, que afeta o tecido mamário produzindo uma deformidade.

Vermelhidão ou dor, estes sintomas geralmente indicam a inflamação causado nos gânglios (lembrando que é normal seus seios doerem no período menstrual, mas se persistir e vier acompanhada de vermelhidão procure um médico o mais breve possível).

A pele da mama semelhante a uma casca de laranja, comumente acompanhada de inchaço e vermelhidão também pode representar parte do processo inflamatório.

Há também uma saída espontânea de líquidos dos mamilos, apesar do susto que pode ser ver está secreção, não é um dos sintomas mais graves. Trata-se apenas de um sinal de que o tumor está localizado nos ductos mamários.

Já pequenos nódulos na região das axilas ou no pescoço, indicam possivelmente um estágio mais avançado, e que, provavelmente, está ‘’fugindo’’ pelos gânglios linfáticos.

É claro que qualquer destes sintomas pode fazer toda a diferença e salvar sua vida, mas você não precisa sair desesperada ao notar qualquer sintoma isoladamente, problemas dermatológicos também podem causar feridas e vermelhidões, de acordo com dermatologistas.

De qualquer forma, fiquem de olhos atentos e passe essas informações as pessoas mais próximas.

Cuidar e se prevenir precisa ser um afazer diário e não apenas algo realizado no mês de Outubro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *